terça-feira, 24 de julho de 2007

Constatações



Nessa viagem chegamos à conclusão de que toda lady que se preze, precisa, vez ou outra, de algumas coisinhas e atitudes básicas que, dependendo da ocasião, tornan-se artigos de primeira necessidade.


Toda lady precisa...























domingo, 22 de julho de 2007

Enfim, o Giletão!

Pra quem acha que já ouviu de tudo, mais um "causo" da nossa viagem, que não é história pra boi dormir...
A narrativa e da Lady Marley, testemunha ocular dos fatos. To postando porque ela não conseguiu fazê-lo.


"Enquanto lady Apfelstrudel preparava a massa eu esperava muito tranquilamente o momento para saborear a sobremesa, prestando muita atenção ao passo a passo para aprender como se fazia.
Já havia percebido uma leve movimentação na cozinha entre os irmãos Lady Drica e Ricardo. Eis que fui gentilmente convidada por lady Drica Red Fire para uma visita ao ferro velho próximo ao AP de nosso AAA. Inocente nem imaginei do que se tratava, mas como boa amiga eu a segui.
Toc... toc... toc ( Batidas no portão). Espera. Um senhor veio atender, muito simpático se propôs ajudar nossa amiga. Eu como boa menina seguia atrás dela.
- Eu soube que senhor tem um expositor da Gilette e é exatamente o que estou procurando. Posso ver? - Perguntou a Drica com uma cara de inocente.
Lá vamos nós conduzidas ao local onde o cobiçado objeto se encontrava. No caminho, o dono do ferro-velho comentou.
- Veio um moço dali do prédio ver. a senhora conhece ele?
Drica rapidamente disse.
- Não.
Entre uma olhadela e outra na bendita peça – com aquela nossa cara de médico avaliando paciente terminal - ele nos dá o preço.
- R$ 30,00
Rapidamente Drica rebate.
- Puxa, não vale à pena. Eu só vou usar isto uma vez. – pausa enorme para pensar e analisar o giletão. Daí, ela vira para mim e pergunta - E aí o que você acha?
Olhei para ela com a cara assustada. Sem entender nada. Ela fazendo aquela cara de quem perdeu o interesse. Depois de Drica passar cinco minutos olhando a gilete e avaliando cada angulo, ele disse.
- Se pensar muito não leva nem por 15.
Um brilho surgiu nos olhos dela.
- Quinze? Se for por quinze, eu levo.
Mão na bolsa, carteira na mão, nota entregue troco devolvido, negociação concluída. Eu deduzi. Nem preciso dizer que minha curiosidade já estava no auge. Sempre me perguntando para que ela queria aquilo? Mais uma analisada aqui e ali ela fala:
- O senhor poderia tirar estas cestas das laterais? Eu não vou precisar delas.
Muito solicito ele se põe a tirar as cestas. Ela puxa de um lado, eu seguro do outro. Em meio a este puxa daqui e dali eu ouço a seguinte frase.
- Olha moço – coçadinha na cabeça - como não vou precisar das cestas, e elas com certeza vão ser úteis pro senhor, o senhor podia me voltar 5 e ficar com elas..
Parei atônita e fitei minha amiga Lady Drica Red Fire. Pensando: ela NÃO está fazendo isto!
No entanto ela estava muito compenetrada olhando para o moço. Para meu espanto – talvez vencido pelo cansaço - ele retira os cinco reais e paga pra ela. Tentando me conter diante da cena me afastei um pouco.
Enquanto carregamos – triunfantes – o giletão até a saída, o pobre homem ainda arrisca uma pergunta:
- A senhora vai usar isso pra que?
- Pra uma peça da escola – rebate Drica sem titubear.
- A senhora é professora? – insiste ele.
- Sim – Drica se volta sorrindo para o moço – Puxa, se o senhor tivesse também uma escova gigante, seria ótimo pra mim. Não tem nenhum expositor da Oral-B por aí, não?
A essa altura, lady Marley queria se esconder debaixo da cama, ou fugir correndo pelo portão.
Com cara de gato que comeu o canário, lady RedFire voltou para o AP do nosso AAA, levando o poderoso giletão!
Ah, pra que ela queria aquilo? Em outro post nós contamos."


sábado, 21 de julho de 2007

E a história do Strudel.....

Bom, depois dessa aventura divinamente narrada pela Val, preciso contar uma outra aventura...risos .... Alguns dos itens que compramos no referido hipermercado, foram para fazer uma Apfel Strudel...isso mesmo... uma torta de maçã! Então, acabaram parando também no carrinho de compras: massa folhada para torta e maçãs.

Ahhh, claro que antes fizemos toda uma negociação diplomática com nosso AAA [leia-se chantagem], para ver se ele disponibilizava seu fogão para assarmos nossos quitutes. Claro que ele poderia degustá-los conosco depois... hehehehe

Negociação fechada, ingredientes principais comprados combinamos de fazer strudel no sábado a tarde no AP do Ricardo.E ele conseguiu um fato inédito para mim. Comprou um...isso mesmo.. um ovo na vendinha em frente! Ele seria usado para “fechar” a massa e dar aquele dourado em cima. Hehehe

A Val, a Drica, a Marley e o Ricardo [fotos] muito chic's, aguardando o momento da prova real [será que o strudel é tudo isso? ou mais uma gororoba?...kkk]

Well, iniciado o processo da preparação para a primeira fornada [ vide fotos comprobatórias] E tivemos duas fornandas!. Notem que nosso honorável AAA analisava tudo direitinho, fiscalizando o processo de feitio....kkkkk... estava terminando de fechar os strudels e polvilhado-os com canela e açúcar, eis que toca o celular da Drica.

Adivinhem quem era?

Nossa queridíssima Dea!!! Querendo notícias nossas e saber o que aprontávamos [Anne com ar muito inocente, pensando que é um ABSURDO pensarem que aprontamos alguma coisa... imagina... tudo tão tranqüilo, tão normal, tão...tão... ops...deixa quieto... kkkk].

Claro que Drica falou o que estávamos prontas para assar e degustar. Nem preciso dizer que a Dea conseguiu promessa da Drica de lhe levar strudel qdo ela fosse para o RJ, em seu retorno ao lar... kkkkkk

Enquanto assava nossos comes, aproveitamos para degustar a deliciosa sobremesa que a mamis da Drica mandou para o Ricardo..hehehe.. Gente, que cuscuz mais saboroso!!!!!! Uma “diliça”!!!!

Ahhh... em tempo... esse é o famoso cuscuz que também foi “instrumento” de chantagem...hahahahahaha... e com razão!

PS: Enqto esperamos o strudel, Lady Drica e Lady Marley enfrentaram perigos inimagináveis na busca pelo santo giletao... mas isso é uma outra historia!

Muita história pra contar...

Yes! Eu estou de volta! Deixaram que eu saísse do manicômio sob indulto. KKKKKKKKKKKK

Já vi que as outras ladies capricharam nos posts, contando nossas aventuras. E como temos aventuras para narrar!!!

Como estou com pressa vou só colocar a foto de nossa ida à Pizzaria Artesanale, um cantinho caprichado, montado numa garagem escondida do bairro Bandeirante, em JF. Pizza MA-RA-VI-LHO-SA e cerveja artesanal da casa!!!!!! O máximo!

Na foto, além das ladies mais comportadas do planete, estão nosso AAA e a Lud, sua noiva (e minha cunhadinha). Registrando que ela gentilmente nos emprestou o noivo para ser nosso Assessor para Assuntos Aleatórios e como gratidão ganhou uma porção extra de strudel da Anne Marie!

domingo, 15 de julho de 2007

Perseguição implacável...

Oi, meninas!

olha eu aqui outra vez! hehehe...

bem... continuando... hehehe... assim que saimos do supermercado (ufa! o guarda não viu nossa fuga quase impossível! ueba! dia de sorte.... será mesmo?????????), fomos direto para a rodoviária comprar as passagens de volta (buáááááááááá) da Anne e minha. E lá vai nosso gentil e galante AAA nos esperar no embarque/desembarque... mas não é que o guardinha não entendeu o cavalheirismo dele de nos esperar (tá... foi demorado... a Anne não conseguiu comprar e na minha fila tinha um simpático senhor com sua filha que não saíam do guiche.... affff....) e mandou o pobre sair de lá... como todo bom cidadão ele saiu... mas também como todo bom brasileiro, deu umas voltas e voltou... mas o guardinha também como todo bom brasileiro já esperando por isso não saiu do lugar... afff... então nosso anjo da guarda foi para um local ermo... mas pq será que esse povo adora colocar placa de proibido estacionar e parar? não entendo.... (val com carinha de anjinho....)

quando finalmente estávamos voltando para nossa abóbora, advinhem quem estava na nossa frente indo em direção ao nosso AAA? Exatamente! o guardinha! (ainda que ele fosse um tdb a gente dava um desconto, né? mas nada de ser "o" guarda... então... voltando... nosso esperto AAA percebeu a indesejável aproximação e mais uma vez foi dar umas voltas... até que finalmente nos pegou longe dali... uma vez que o guarda ficou olhando com cara de poucos amigos com o bloquinho na mão... ai, jisus... porque algumas pessoas não entendem pequenos gestos cavalheirescos?????? hehehehehehehehehe....

dia agitado, não???? e olha que ainda tem mais!!!! tem apfelstrudel.... compra de giletão... e FESTA!!!!!!!!!!!!!!!!!! ueba!!!!!!!!!!!!!!!!!! mas isso fica para a próxima!!!
na foto ao lado, nós e o nosso AAA antes da inda ao supermercado...
beijocas

quinta-feira, 12 de julho de 2007

A fuga quase impossível...

Pois é... estávamos tão desesperadas pelo Apfel Strudel de nossa querida lady anne, que muito delicadamente convocamos nosso AAA para nos levar a um badalado hipermercado mais próximo... então, como todo cavalheiro, ele pegou o cartão de nossa "abóbora" e o guardou... mas acho que acabamos por deixar o pobre um pouco perturbado depois de tantos passeios pela manha (sem almoçar até quase 3 horas da tarde! afinal, somos ladies altamente interessadas em conhecer tudo ao nosso alcance! hehehe.... Cristo - JF tem uma visão maravilhosa!!!!, aeroporto...) Afff... acho que dei uma leve viajada... mas voltando... nosso pobre AAA perdeu o cartão... ai, jisus! o que nós faríamos agora??? então nosso mais do que esperto AAA (depois de vasculhar e revasculhar os bolsos, carteira e afins) viu uma moto passando e colou na traseira...

o motoqueiro colocou o cartão inocentemente, sem perceber que atrás havia uma abóbora altamente envenenada, com um motorista obstinado a salvar 4 ladies de horas infernais a procura de novo cartão, com o pé muito bem posicionado sobre o acelerador!

olhos na moto... (ladies olhando por cima do leque para ver se o guarda também nos via... afff... que aperto!!!! hehehehe)... pé no acelerador... olhos na catraca (e se nosso super AAA nao tivesse o pé mais rápido de JF e voltássemos para a locadora de carros com nossa querida abóbora levemente alterada na parte superior??? affff)... mas graças ao irmão da Drica (acho que ele é irmão da Raden.... será???) ele foi mais rápido que a catraca, e finalmente saímos de lá sãs e salvas... apenas levemente afoitas e dispneícas... com os leques alvoraçados... hehehehe

pois é... aí está mais uma de nossas travessuras... hehehe

beijos!

domingo, 8 de julho de 2007

História inesquecível...

Bom, meninas... infelizmente o que é bom dura pouco... já estou em casa novamente, mas jamais me esquecerei desses dias em JF... foi tudo muito especial! saí de lá com a sensação de que nada é mais importante do que a amizade!





Ainda temos muitas histórias para contar, mas hoje o cansaço está mais forte do que eu... hehehe... mas as incontáveis horas de viagem valeram e muito a pena!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!





No final de semana, volto e junto com as meninas contamos tudo, ok????





Milhões de beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ps.: Na foto ao lado, quem está batendo nossa fotita é a fofa da Natália que teve a coragem de se juntar as doidas para uma viagem maravilhosa a sebos da região (tudo o que posso dizer é que precisei da ajuda da Marley para trazer todos os livros que comprei para o hotel... hehehehe)

Problemas técnicos

Gente, foi um caso sério de abstinência! Ficamos sem net, durante a tarde e parte da noite...aff...taaaanta coisa para contar e nada de conseguir postar...putz...

Mas voltamos ao ar... [amém], e estamos em processo de recuperação...kkkkk.... "Antão", logo teremos novidades no blog!

PS: Ficamos ultra-mega-big-supra-super-power poderosas com nossos trajes de Ladys! Acompanhe as cenas dos próximos capítulos!

Bjussss!

sexta-feira, 6 de julho de 2007

Coisa estranhas que acontecem com ladies...

1 - Esquecer que sua habilitação está vencida desde fevereiro e descobrir isso no balcão da locadora de veículos...

2 -Encontrar uma lojinha vendendo xales de seda e pashmina e não entender por que não pode levar TUDoooo???

3 - Não compreender porque toda Loja Americanas tem filas enooooormes, independente da cidade do Brasil onde ela se localize.

4 - Topar com sebos, bancas de livros e similares e não se conformar com o fato do peso da bagagem ser limitada nas companhias aéreas (livros não deveriam contar como peso extra, devia ser liberado).

5 - Entrar no Carrefour e na saída descobrir que perdemos o cartão do estacionamento (em breve o episódio: Carrefour, a fuga impossível).

6 - Chantagear nosso AAA para poder assar nosso strudel na casa dele (no hotel a gente nem tentou pedir com medo de sermos mandadas ao manicômio mais próximo. Custamos tanto a fugir do último...)

7 - Não lembrar de ter estado antes num manicômio. O que é isso?

8 - Fazer nosso AAA dar umas dez voltas em torno da rodoviária pra fugir do guarda de trânsito (breve: Perseguição Implacável).

Agora chega, a gente vai sair.
Anoite é uma criança e, segundo a Val, os TDBs nos aguardam.

Juiz de Fora, tremei - V parte

Bem... enfim a noite chega... e somos ladies mas precisamos de um combustível básico para continuarmos a fazer JF tremer!!!! PIZZA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Então fomos nos encontrar com nosso AAA e sua noiva, bem como o foférrimo filhote da drica, Lorde Lucas. Foi uma noite inesquecível (ai, ai, ai....) (o problema será escolher qual o momento mais inesquecível... mas isso fica para um futuro próximo....)

Juiz de Fora, tremei - IV parte

Vocês lembram da Drica “falando” sobre a turma do hotel achar que ainda éramos normais? Pois é... descobriram nosso maior segredo, ou seja, agora eles tem certeza.... QUE NÃO SOMOS NORMAIS, COISA NENHUMA!
Well... vamos começar pelo princípio...
Era uma vez, um jovem e incauto mensageiro do hotel, que gentilmente foi buscar Lady Val na rodoviária, depois de horaaaaaaaaaaaaasssssssssssssssss aguardando ansiosamente nossa querida Lady [detalhe... ficamos a tarde toda com troca intensa de mensagens, para ver onde se encontrava a carruagem da Lady Val...será que havia se transformado em abobora? Não! Felizmente...].
Bem.... ele a levou até um quarto vazio. Mas quando Lady Val escutou suaaaaaaaaaaaaaavessss sons angelicais vindos do quarto ao lado, percebeu que só poderia ser das ilustríssimas amigas Ladys, que já estavam devidamente acomodadas, no MSN.....kkkkkkkkk
Deslocando-se delicadamente até a porta em questão, Lady Val, bate nela e é atendida pela Lady Drica. Bom... neste momento, o pobre mensageiro foi relegado ao esquecimento...óh coitado... ficou tão chocado com....bem...well... para terem uma idéia beeeeemm geral do babado, lembramos dele, muiiiiiiitooooooo tempo depois. Obvio que ele não estava mais do lado de fora do AP e as malas já estavam nos seus devido lugare. Eita eficiência, mesmo em momento de socialização. Afinal, Ladys não tem momento de histeria... of course!
Bom... para concluir, minha voz não continua a mesma, após uma gripe, mas como já nos tornamos figuras reconhecidas por tooooooodos os funcionário do hotel depois do episodio O ENCONTRO, a imagem nunca mais será a mesma...kkkkkkkk

quinta-feira, 5 de julho de 2007

Juiz de Fora, tremei - III parte


Depois de nós, essa cidade jamais será a mesma. No mínimo, vai ter uma placa de PROCURA-SE afixada no pédagio....

Aqui no hotel ainda pensam que somos normais. Ah, coitados...

Mal sabem o que acontece dentro dos nossos APs.

Aí aolado está nosso momento totem-meditabundo-contemplativo. Faz parte do nosso processo de vibração em prol da vinda da Dea no sábado.

Juiz de Fora, tremei - II parte


Como deu pra perceber na foto lá de cima, com a Anne por perto não teve pra ninguém. Mas depois disso, rolaram umas fotinhas basicas, com o nosso AAA - assessor para assuntos aleatórios (leia-se: meu irmão) que tão gentilmente se prontificou a nos ciceronear (era isso ou ficar sem o cuzcuz que a mamãe mandou pra ele!).







Foi uma delícia encontrar as amigas no aeroporto (embora a segurança do local nos tenha olhado um tanto atravessado. Por que seria? Nós só gritamos por cinco minutos inteirinhos. Que coisa, hein...). Claro que tudo foi devidamente fotografado pelo nosso AAA.










Aliás, nosso AAA não resistiu e também quis entrar na onda do PAN!


JÁ ESTAMOS AQUI (ou Juiz de Fora, tremei!)



Depois de um seculo de planejamento, enfim estamos em Jf!!!! Santos Dumont deu uma forcinha e os voos não atrasaram (ou quase, né anne? hehehe).

Primeiro, as fotos da chegada no aeroporto. Depois eu posto o resto, aqui de JF.

Ah, no aeroporto teve a participação mega-super-hiper-especial da Dea e seus longuíssimos cabelos.

A chegada da Anne foi um evento a parte, que ofuscou até as delegações doPan! Que Dayane que nada!!!! Anne pra presidente!!!!!






quarta-feira, 4 de julho de 2007

Falta poucoooooo!!!

Bom... todos estão acompanhando essa loucura nos aeroportos... eu tenho estado em meditação profunda...mantras e mais mantras positivos...hehehe

E, assim como a Lady Drica Red Fire, não poderia deixar de fazer uma prece básica, pedindo ajudinha...hehehe

Oração aos aeroportos
(própria
autoria)

Aeroportos nossos de passeios e viagens
Santificados sejam as vantagens de turismo que oportunizam
Seja feito com tranqüilidade todos os check-in’s
Assim como nos vôos nacionais quanto nos internacionais
O Voo nosso de cada dia, nos daí hoje e sempre
Perdoai nossa procura por outros meios de transportes coletivos
Mas não nos de cano, plissssssss
E Livrai-nos do da crise aérea
Amém


É isso turma!!! Amanhã de manhã estarei encontrando a Lady Drica no aeroporto, e depois a Lady Val e Lady Marley em JF.

No final do dia, estaremos aqui, atualizando informações sobre nosso primeiro dia de viagem!!!!

Bjussssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

My dog!!!!!

Nem parece que percorremos um caminho tão longo até aqui. E agora...ploft: É AMANHÃ!
Nem sei o que dizer. Eu to amil com os preparativos, tentando fazer caber tudo na mala, rezando pros aeroportos darem uma trégua, torcendo pra ser tudo redondinho, perfeito.

Bem, é isso. Amnhã, a essa hora, espero já estra com um pé no Rio, esperando lady Apfelstrudel para irmos juntas para JF.

BJSSSSS

terça-feira, 3 de julho de 2007

Faltam 2 dias!!!!

Aff... acho que vou enfartar...kkk... meu nível de ansiedade está chegando a limites incalculáveis...hehehe....

Bju, bju!!!

domingo, 1 de julho de 2007

Continuando a contagem: Faltam 4 dias!

Oh my God!

Cada dia cresce a expectativa. Meses de planejamento não impediram que a ansiedade tomasse conta do nosso universo pessoal. Tanto é, que cheguei a sonhar uma dessas horríveis e contínuas crises aéreas.

No sonho, chegava ao aeroporto, empolgadérrima, de mala e “cuia”. E, de repente, eis que chega o aviso geral de cancelamentos e atrasos.

Era a crise aérea atravancando esse tão almejado momento. E no sonho, esse fato fez com que a Lady aqui descesse das tamancas, exigindo providencias!

Onde já se viu? Ousarem “impedir” nosso tão esperado encontro! Humpf...atrevidos...

Massssssssssssssssss... com certeza isso não vai acontecer, não vai, não vai e NÃO VAI! [Lady pronunciando um “mantra” positivo]

Tá chegando!!! Uhuuuuuu

JF, lá vamos nós!