terça-feira, 23 de novembro de 2010

Sou alcóolatra

É a primeira coisa que se diz quando se vai a uma terapia: Sinto, mas caí no vício. Há momentos em que tudo se afunda e já não podemos mais... Sim!
E por favor, não me chame de covarde, porque cheguei no meu limite.  De alguma maneira eu tinha que refugiar-me, pois sentia-me tão sozinha... Não me olhe assim, porque, depois de ver isto, você também cairá no maldito vício!
(Só queria saber onde fica esse bar !!!!)



(Há! viu porque eu gosto tanto de Absolut?!)

[BJS pra Stellinha, que mandou o post pro meu email]

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Vai um fim do mundo aí?

Megalomaníacos do mundo, uni-vos!
Se o seu sonho sempre foi brincar de Deus, e se quando o psiquiatra pede para contar tudo desde o ínicio, você começa com a frase "Bem, no princípio eu criei o Céu e a Terra...", este site é o seu número exato! Afinal, não é todo dia que você vai poder promover - mesmo que só de brincadeirinha - o Juízo Final.
Criado pelos cientistas Robert Marcus (Harvard), Jay Melosh (Purdue) e Gareth Collins (College London), o site é pura tecnologia e tem como objetivo discutir os simuladores que visam prever as consequências de um impacto real sobre a vida na Terra.
Apesar de a animação em flash só mostar seu personal-space-pedregulho até o momento em que ele se choca com a Terra - sem nada daquelas cenas de cidades sendo tostadas por uma bola fogo, nem ondas gigantes quebrando sobre a cabeça de casaizinhos lindos na areia - dá para ter uma idéia do tamanho do estrago que você causou. O site gera uma série de estatísticas (bem irônicas, por sinal) sobre o tamanho da explosão, a magnitude da onda de choque gerada, o tamanho do tsunami criado, entre outras cositas do gênero.
Então, quando você estiver naqueles dias - TPM, brigada(o) com o namorado(a), ou simplesmente de molho em casa acumulando uma LER com uma gastroenterite (oiiii!), CLIQUE AQUI, entre no simulador e destrua o mundo. Talvez isso faça você se sentir menos pior.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

As Notícias Que Acabam com o Romantismo #2

Eu sempre me surpreendo com a capacidade do ser humano estragar as coisas. Vez ou outra me deparo com notícias esquisitas, mas essa, além de esquisita, é algo assim... sei lá. No fundo, eu confesso que preferiria continuar pensando que uma linda borboletinha encontrou seu príncipe-borboleto e viveu feliz para sempre com ele, (mesmo que sua vida dure menos de uma semana) do que descobrir que o macho-percevejo perfura a fêmea com um pênis em formato de punhal, já que a pobre coitada é desprovida de vagina, e ejacula na ferida. Daí o esperma do macho insensível (claaaarooo, ele é homem) viaja em direção aos ovários e os ovinhos surgem uma semana depois. Eu, hein...

"Site disponibiliza vídeos da série 'pornô verde' de Isabella Rossellini 
Curtas de dois minutos ilustram sexo dos peixes, patos e até percevejos. Bem humorados e educativos, filmes trazem atriz fantasiada de bichos."

Pausa. Se mesmo a história da perceveja-sem-perseguida não te assustou, pesnse nisso: faça de conta que você é fã, muito fã da Isabella, e que assistiu Veludo Azul dez mil vezes e acha a atriz a ultima Coca-Cola gelada do Sahara em termos de pessoa-fashion-cult-elegante-e-inatingivelmente-cool. Imaginou? Então prossiga em nosso exercício mental e visualize-se abrindo o You Tube, digitando "Isabella Rossellini" na caixa de pesquisa e tendo como retorno um filminho da sua ídala-deusa fantasiada de "pata", numa transa hardcore com um pato de papel. É, eu também teria que recorrer a anos de terapia depois disso...